30.4.10

Personagens mais chatos dos desenhos animados - Top 5

Sexta-feira, Punk Brega se transforma no seu canal tosco de vídeos.


Vídeo produzido para o site da revista Mundo Estranho, em 2007.

Roteiro e Apresentação: Fred Di Giacomo
Direção: Miryam Rahme

Veja também:
-5 musas dos quadrinhos
-Os maiores nerds das séries de tv

29.4.10

A difícil vida de um comunista ateu - Doo

Quinta é o dia de mostrar o que garimpamos nos blogs e flickrs dos novos artistas

Clique na tira para ampliá-la

Doo publica suas tiras semanalmente no blog Comunista Ateu e avisa: "Caso você se sinta de alguma forma ofendido ou discriminado pelo conteúdo dos reclames do "Comunista", releia o quadro. Se porventura o desconforto persistir, reveja seus conceitos."

As tirinhas são, em geral, idealizadas e desenhadas por ele tentando evitar a preocupação de que elas agradem algum publico ou que passem a seguir alguma regra específica. Doo também costuma indicar livros e/ou filmes que dialoguem com as tirinhas como forma de ampliar o debate proposto.

Veja também:
-Chiclete com Banana: a revista mais porra louca dos anos 80
-HaiKais Animais: desenhinhos de Ale Kalko

27.4.10

O que é anarquismo?

Anarquia é bagunça?




“Tio, anarquismo não é baderna?” Bom, na verdade, anarquismo é a corrente de pensamento mais mal explicada da história. Sua origem vem do grego Anarcho que significa “sem governo” e pode tanto batizar movimentos que não queiram eliminar o poder do estado, quanto uma situação ruim em que se fica sem governo. O termo foi usado pejorativamente na época da Revolução Francesa para criticar os mais radicais. Foi em 1840, que o filósofo libertário Joseph-Pierre Proudhon aceitou o “apelido” e o transformou em doutrina. Seu livro “O que é a propriedade?” não hesitava: “A propriedade é roubo”.

Anarquismo é comunismo?





“Ah, entendi,” – pensa você – “anarquismo é, então, um tipo de cumunismo(sic)?” Um primo nas linhas de pensamento de esquerda, talvez, mas não uma filosofia marxista. Aliás, Bakunim(outro pensador anarquista) rompeu com Marx logo na Primeira Internacional Comunista. A grande diferença entre os dois é que os comunistas acreditam que antes de todos serem livres de governo precisamos de uma ditadura do proletariado. O problema é que poder vicia tanto quanto pó e jogo de bingo. Então, todas as revoluções que se autoproclamaram comunistas(Cuba, URSS, China, etc.) pararam na fase da ditadura do proletariado. Os anarquistas abominam qualquer tipo de governo, mesmo o do proletariado. Como dizia nosso amigo Proudhon: “Quem quer que coloque a mão sobre mim para governar-me é um usurpador e um tirano – eu o declaro meu inimigo”.



Anarquia é utopia?
Milicianas na Revolução Espanhola, 1936


“Anarquia é utopia, faça uma todo dia”, gritava a banda punk gaúcha Replicantes. Você pergunta: alguém já colocou o anarquismo na prática? E a resposta é: sim, mas por pouco tempo. Na época da Revolução Russa, o exército negro instalou uma organização anarquista na Ucrânia, também conhecido como movimento makhnovista. Depois de vencerem as forças conservadoras, foram massacrados pelas tropas de Trótski. Na época da Revolução Espanhola (1936-1939), forças anarquistas organizaram as regiões da Catalunha e Aragão, mas foram vencidas pelas tropas facistas de Franco e enfraquecidas pelas disputas com os “aliados” stalinistas. Fazendas e comunidades coletivas foram criadas em diversos cantos do mundo, inclusive no Brasil.
Por aqui, o anarquismo foi a corrente mais forte entre os sindicalistas nas duas primeiras décadas do século XX, espalhado por imigrantes espanhóis e italianos. Eram os anarquistas os responsáveis pelas primeiras greves em São Paulo. Um anarquista que ficou famoso no Brasil foi o jornalista e tipógrafo Edgard Leuenroth (1881-1968).





Anarquismo é coisa de véio?

Crass

Kroprotkin, Malatesta, Tolstoi, Max Stirner. Nomes que parecem cobertos de pó para o jovem moleque dos anos 2000. Mas o fascínio pela bandeira negra e o A de anarquia continuou vivo nos últimos anos. Renasceu junto com os punks nos anos 70, primeiro como piada marqueteira dos Sex Pistols, e depois levado a sério por bandas com o Crass e o movimento hardcore dos anos 80. Voltou à tona com a geração rebelde pós-muro de Berlim: deu as caras em blogs, coletivos e Fórums Sociais Mundiais da vida. Influenciou até o lado negro da força, que criou o anarcocapitalismo, mais próximo das tradições liberais que do anarquismo clássico. E continua confundindo cabeças, inspirando sonhadores e servindo como uma opção num mundo onde a briga “capitalismo VS comunismo” parece ter perdido o sentido.

Veja também:
-Conheça os anarcopunks do Crass
-EZLN e o Zapatismo

PARA SABER MAIS
Livros
“História das ideias e movimentos anarquistas”, George Woodcock
“O que é comunismo?”, Caio Túlio Costa
“O anarquismo e a democracia burguesa”, vários
“O movimento anarquista em São Paulo(1906-1917)”, Sílvia Ingrid Lang Magnani
Filmes
“Terra e Liberdade”, Ken Loach
“Libertarias”, Vicente Aranda

25.4.10

Tempest Storm e Bettie Page - Musas Pin Ups

-Todas nossas musas

Se fosse um quadrinho, esse vídeo estaria nos grandes crossovers da Marvel e DC. Bettie Page todo mundo já conhece. Ela é uma das pin ups mais famosas da história, popularizou a franjinha vamp, virou estrela de histórias em quadrinho e ganhou filme contando sua história. A ruiva ao seu lado é Tempest Storm: o busto mais famoso dos anos 50, pin up , dançarina e, hoje, a stripper mais velha em atividade.(Ela tem 83 anos). No vídeo abaixo, duas lendas se reúnem.



Tempest Storm e Bettie Page




Veja também:
-Biografia e fotos de Bettie Page
-Galeria de Pin Ups
-Conhece Luz Del Fuego?

24.4.10

Mulheres - Eloisa G

originalmente publicado no Clube de Ideias


Eu grito e ele diz
Que tal um pouquinho de dor hoje?
Rio e respondo
Que tal um chute nas bolas, meu bem?

É só pra variar, um misto entre dor e tesão.
Por quê isso? Só pra me ouvir gritar?
Também.

O que são mulheres pra você?
Porque você não me pergunta isso numa hora mais oportuna?
Essa é a hora oportuna, homem não mente prestes a gozar.
Eu grito.
Ele goza.

Te machuquei?
Sim, porque essa história de dor hoje?
Só um pouquinho...só pra variar...

Agora é uma hora uma hora oportuna pra você me perguntar.
Enquanto ele continua lá pra que eu não escorra...
O que são as mulheres pra você?

Elas são como eu.
Não, não são.
Como não?

Mulheres são como vinhos
Feitas para serem degustadas.
Eu degusto!
Graças a Deus que nunca te pediram opinião sobre vinhos então.

Mulher é pra se sentir
Deixar que ela role por todos os pólos da língua
A ponta, doce
O meio, salgado
Nas laterais o azedo
E no fundo o amargo

São textura, consistência
cor, sabor e aroma.

Você jamais conhecerá uma mulher
Elas são formadas por peculiaridades
Só isso as diferencia entre si
O buraco, querido, é o mesmo em todas
Mas o segredo fica mais em baixo, mais em cima, ao redor
No que ela geme, quando ela grita, nas coisas que cala, nos movimentos que induz
Uma mulher se aprende, até no jeito de andar, existe uma lição.

Porra! Eu tenho meu jeito de transar você.
E você fica ai querendo me ensinar
Não quero te ensinar, mas acho que você desfrutaria mais.

Eu desfruto assim, por um acaso foi ruim?
O fato de não ser ruim não significa que não poderia ser melhor.
Você tá reclamando?
Não. Foi ótimo, só não entendi essa tua de dor agora.
Deu vontade de te judiar.
ME JUDIAR?
É...só um pouquinho.

E eu degusto sim. Ou você acha que eu me contorço pra não gozar só de otário?
Não é sobre gozar, na hora de gozar tem mais que jorrar mesmo.
Então o que é ? Preliminar?
Sim, pode-se dizer assim, se pra você tudo que importa é meter.
Eu não gosto de preliminares.
Percebe-se, você nem toca meus seios.
Como não?
Não.

Eu não espero você molhar, gosto assim.
Aham.
É ruim?
Não.

E uma série de ahans se segue pelo resto da noite, engraçado que é justo quando você desiste de falar, que eles querem te ouvir.
Muito engraçada essa combinação LITERAL entre homem e palhaço.
Embora queridos, só pra constar, não é lenda não, elas realmente preferem os carecas!

Eloisa G gosta de ser branquela, tem uma combinação de castanhos nada especial e está sempre a flor da pele. Estudante nas horas vagas, filófosa em tempo integral, possui um orgulho nada original de ser uma provinciana que vive na loucura cosmopolitana da selva de pedra e sobrevive. Odeia pessoas, adora a praça da Sé e sonha em ser invisível.



Veja também:
-Eloisa G fez as fotos pro conto "Mulheres: Anjas Tortas"
-Luz Del Fuego: uma mulher de atitude
-Vai uma poesia aí?

23.4.10

Bukowski - Born Into This, Trailer

Hoje é sexta-feira. Nós entramos com o vídeo e você com a cerveja.



Tecnicamente, Bukowski nunca será considerado o maior escritor de sua época. Muitas vezes seu nome não aparece nas listas de "100 melhores livros da história", que consagram a virtuose de James Joyce ou Proust. Mas então, o que o faz tão popular? Sua fragilidade? A possibilidade de ele ser qualquer um de seus leitores comuns, falando sobre gente comum? A crueza das suas histórias?

"Born Into This" não traz todas essas respostas, mas é um belo documentário sobre o escritor americano. Uma bela introdução à sua vida e à sua obra. Conta com declarações de amigos, editores e fãs famosos como Bono Vox, Tom Waits e Sean Penn.Traz cenas de seus recitais(que pareciam shows), fotos antigas e entrevistas de diferentes épocas.

Se você não puder alugar ou comprar, baixe. Tenho certeza que o velho Buk te perdoaria. ;-)

Veja também:
-Assista um animação feita sobre poema de Buk
-Resenha do livro "Misto Quente"
-Frases do velho safado

22.4.10

Obsessão - Cecilia Di Giacomo

Pode ser cabeça e pouco pop, mas quinta aqui é dia de arte e ponto.


Mishima tem um corpo como o meu
cheio de buracos
Com certeza comeria Mishima
Numa noite de lua clara e muitovento
O que seria ANTROPOFAGICAMENTE
sa u dá vel

Tenho um corpo-alma
que se expande e quer
mais...


Cecilia anarquista, feminista de um lugar mitológico e inconsciente onde as pessoas dormem na rede ,dançam danças tribais na lua cheia, tomam vinho e se amam. E sonham sonhos utópicos em que somos humanos demais e preguiçosos e vivemos o matriarcado . O resto é merda. Que também é bom.

Veja também:
-Animais no traço de Gabriel Gianordoli
-Mais quadros de Cecilia Di Giacomo

20.4.10

Entrevista com João Gordo - Ratos de Porão

-Leia todas nossas entrevistas

Se eu tinha um objetivo nos idos de 2003, quando tocava o Zine Kaos com meu irmão e o amigo TiTi Montanari, esse era entrevistar João Gordo - vocalista do Ratos de Porão e VJ da Mtv. Gordo ainda não tinha assinado contrato com a emissora do Bispo, mas era alvo de críticas de anarcopunks e dadosdollabelas da vida. Foi uma das melhores entrevistas por e-mail que eu fiz.

***

Apesar dos vários problemas de saúde e das constantes críticas ao seu trabalho de VJ na MTV, João Gordo continua com seu espírito crítico e debochado. Vocalista de uma das maiores bandas do punk brasileiro, o Ratos de Porão, o músico destilou em entrevista concedida por e-mail no dia 24 de março de 2003 comentários mordazes que escarramn em alvos desde a cena punk paulista até a atual guerra no Iraque.

por Fred Di Giacomo

O Ratos de Porão é talvez a banda mais perseguida pelos auto-intitulados "anarco-punks", o que vocês acham desse patrulhamento ideológico? Tem hora que a "cena"
enche o saco?
João Gordo Perseguida? Perseguida nada .... Não me sinto perseguido... Oprotestinho desses caras é tão insignificante que nunca causou efeito nenhum. Estou na estrada pondo minha cara pra bater há mais de 20 anos e sempre vi gerações e mais gerações de idiotas aparecer e sumir. Moleques que nos criticam hoje serão absorvidos pelo sistema de amanhã. Hoje anarco, amanhã casado, P.M., pai de família, crente, soro positivo, etc.

Como rolou essa volta no "Onisciente Coletivo" ao som mais trash com letras politizadas?

João Gordo Bem, pra fazer esse disco foi mó embaço, tivemos vários problemas, tocamos pra caralho e quando desencantou saiu tudo de uma vez . Não planejamos "o grande retorno ao trashcore" saiu tudo naturalmente... As letras também, não forçamos barra nenhuma para parecer politizados.

Dá pra perceber pelas letras do último cd que o atentado ao World Trade Center marcou bastante a banda, o que vocês pensam a respeito do ataque e da atual possibilidade de guerra entre Estados Unidos e Iraque?

João Gordo  O plano dos cowboys republicanos do Texas esta dando certo, Bush está conquistando o mundo e usaram o 11 de setembro como pretexto para iniciar a sua doutrina fascista de imperialismo radical. Quem será o próximo? A Coréia do Norte? O Brasil? Vale lembrar que os caras só metem o bedelho onde
há interesse econômico. A Coréia do Norte não tem porra nenhuma e nós temos a Amazônia .

O que vocês têm ouvido atualmente? Tem alguma banda nova com a qual vocês se identificam?
Tenho ouvido uma pá de bagaceira tipoLimpwrist que é uma banda sex gay do ex-vocalista dos Los Crudos, fudido, velha escola de primeira, Asesino disco solo do guitarrista do Brujeria (leia-se Dino Cezares). Detão dos infernos as vezes lembra ratos. World Burns To Death crustão desgraçado dos U.S.A. parece que os caras tão tocando por aqui.... Sem contar as bandas nacionais como Descarga, Presto? Mukeka
di Rato, Forgotten Boys, muito punk antigo e rock pauleira dos anos 70, yeah!

Gordo, todo mundo sabe que você é um grande fã de rap. Você acha que o hip hop brasileiro foi o "punk" dos anos 90? Como você vê o movimento hoje em dia?
Olha, eu nunca vi nada de construtivo feito pelos punks de SP em toda minha vida a não ser violência gratuita, inveja, despeito, hipocrisia, fascismo... Pode até ter caras legais e bem intencionados por aí com boas idéias e o caralho, mas é a minoria ... Nos anos 90 tudo aquilo de contestação revolta que vinha da periferia foi agitado pelos manos do rap com um movimento forte e o objetivo social voltado contra o racismo e melhorias na comunidade onde eles vivem. Pode se dizer que o rap salvou muito carinha
por aí.

Há possibilidade do lançamento do Split com o Cólera e de uma edição nacional do "Sistemados pelo Crucifa"?
O Split com o Cólera é um disco raríssimo, que o charme dele é ser fora de catálogo... Prefiro ele difícil assim mesmo. O "Sistemados pelo Crucifa" em abril estará nas bancas com uma revista colorida com pôster gigante do Ratos. Era pra ter saído em 2000, mas ce tá ligado que sempre pinta um embaço.

Recentemente o RDP excursionou com a formação original (Jão, Betinho e Jabá), de onde veio essa idéia? Vocês ainda mantém contato com todos os ex-membros do Ratos?
 Estamos parados desde agosto do ano passado quando fiquei doente com problemas de obesidade...
Então os caras cada um foi fazer alguma coisa, enquanto eu me tratava. O Boka foi tocar bagaceira no I Shot Cyrus, o Fralda foi tocar no Forgotten Boys e o Jão montou o Ratos original pra ganhar um pixo com os caras que são camaradas lá da vila Piauí. O RDP monstro volta em junho para lançar o "Onisciente Coletivo" por aí.

Como andam Sexo Drogas e Rock N' Roll na vida do RDP? Os problemas de saúde mudaram sua opinião sobre as drogas?
Não uso mais porra nenhuma e estou bem melhor assim . Sem drogas o sexo e o rock`n roll fluem bem melhor.

-Assista ao trailer de Guidable, filme sobre o Ratos de Porão

Cara, agora voltando um pouco no tempo. A entrada do Boka mudou o som da banda? Porque o cara realmente é o melhor batera de hardcore do Brasil... O Spaghetti saiu tretado com vocês?
O Boka já toca com agente á 12 anos ele é foda, uma máquina de hardcore. Ele é a mola mestra da "fudidês" do Ratos. Nunca mais vi o Spagheti....

Dá pra comparar a cena punk dos anos 80com a "cena" punk atual? A qualidade das primeiras bandas era bem mais precária, os instrumentos eram todos vagabundos, mas o punk era bem mais forte (pelo menos em São Paulo)
Era tosco mas era verdadeiro. Havia romantismo porque era tudo era mais difícil, era época da ditadura e a
repressão da policia era foda. Hoje em dia é o mó boi, tá tudo aí mastigadinho na internet .

Como foi transformar-se de mais um punk fodido de SP num dos mais populares VJ's da MTv, apresentador de alguns dos maiores sucessos de audiência do canal? Como o resto da banda lida com isso? Às vezes você não se cansa dos jornalistas te procurarem mais pra falar da sua vida que do Ratos?
Eu estou cagando pro trabalho na MTV. Como você que trabalha na Ford ou em qualquer outra multinacional, para mim é apenas um trampo que pintou mais nada.... Como não sou trouxa agarrei, mas veja bem, não tive que mudar um milímetro para conquistar esse espaço e querendo ou não nunca deixei de dar força ao underground. Se não pode derrotá-los, junte-se a eles e comece uma infecção...

O sucesso te incomoda?
Sim, mas incomoda mais outras pessoas.

Agora as infames questões rápidas. O que vocês pensam a respeito de:
a)"Cena Punk" Prefiro falar sobre cena underground.....
b)Legalização da Maconha Sou contra . Só ia beneficiar as companhias de tabaco.
c)Rock Nacional Farsa comercial
d)Assassinato do Sabotage Chorei...

Vale a pena fazer rock n' roll no Brasil?
João Gordo - Não.

Veja também:-Garotos Podres falam sobre as acusações de nazismo

-João Gordo desce o cacete nos Los Hermanos em vídeo de 2007
-Entrevista com Rodrigo, do Dead Fish

19.4.10

Assista trailer da paródia pornô de True Blood

Agora toda série com um pouco de sucesso ganha uma pararódia pornô. O novo lançamento é o "True Blood XXX"

Medulla - edição 00



Medulla, mas que porra é essa? Jovens baderneiros reunidos numa escarrada editorial? Reunidos pelo acaso ou por um convite do destemido André HP:  uma revista digital em PDF, que reunisse blogueiros uma vez por mês com seus melhores posts.  Como cuspiu o Doo no editorial: "Reunidos aqui num coletivo de gritos que simultaneamente ecoam e destoam como a cacofonia do atonalismo da musica contemporânea, se inicia a revista Medulla." Lê, aí, mané!

Baixe aqui!

Capa - Pós-modernidade: pós-modernismo, modernidade tardia ou era do vazio: definições e considerações. Por adv
Opinião: Violência Simbólica. Por André HP
Resenha: Azar do Personagem. Por Taize Odelli
Artista: Erika Iris Simmons. Por Larissa Palmieri
Especial: 6 Discos pra Começar a Ouvir Jazz. Por Frico
Humor: 12 Coisas Para Se Fazer no Twitter. Por André HP
Charges: Comunista Ateu. Por Doo
 
Mês que vem tem mais!

PS¹.: blogueiros que queiram ter sua coluna publicada na próxima edição enviem um e-mail para paladino-elfo@hotmail.com .

16.4.10

Piores penteados de jogadores de futebol - Top 5

Um vídeo fanfarrão sempre às sextas.



Nesse blog(e na vida), nunca falo de futebol. Quando ele aparece em casa, só pode ser besteira mesmo. Esse vídeo foi feito pro site da Mundo Estranho, baseado numa pauta que saiu na revista há alguns anos. Abaixo o ranking pra quem tiver preguiça de assistir:

1. Ronaldo "Cascão"
2. Burgos
3. Aguinaga
4. Valderrama
5. Noel Brotherston

Assista também:
-5 musas dos quadrinhos
-Quando foi criada a copiadora?
-Qual o animal que tem mais órgãos sexuais?

15.4.10

Haikais Animais - Ale Kalko & Fred Di Giacomo

Sim, mais uma quinta-feira. A busca incessante por ilustrações para rechear este bloguinho continua.


Os textos são meus. As ilustrações fofinhas da Ale Kalko.


A Ale veio de Curitiba pra colorir São Paulo com ilustrações, design, poesias e infográficos. É mais difícil você descobrir o que ela não faz, do que o que faz. Duvida? Olha o fickr da moça então, mané!


Veja também:
-Os animais no traço de Gabriel Gianordoli
-Já leu "O Evangelho segundo Louis Amstrong"?

12.4.10

Modern Guitar Hero - Melhores guitarristas dos últimos 30 anos

Tá, que merda, eu adoro uma lista. Lista de música então...E a BBC lançou agora o resultado da enquete que escolheu os melhores guitarristas dos últimos 30 anos. Abaixo os vencedores, votados por mais de 30.000 pessoas.

1. John Frusciante - Red Hot Chili Peppers
2. Slash - Guns n' Roses
3. Matt Bellamy - Muse
4. Johnny Marr - The Smiths
5. Tom Morello - Rage Against The Machine
6. Kirk Hammett - Metallica
7. Jonny Greenwood - Radiohead
8. Prince

9. Jack White - White Stripes
10. Peter Buck - REM

Veja também:

11.4.10

Brody Dalle - Musas Rock 'n' Roll

-Todas musas rock 'n' roll

Provavelmente a mais perfeita musa punk(não, não me venha com Siouxsie ou Nancy), Brody Dale - a anja torta de cabelos negros e grande olhos azuis - já partiu o coração de Tim Armstrong, do Rancid, e, hoje em dia, responde como senhora Josh Homme(Queens of The Stone Age).

Além de quebrar corações no reino das guitarras pesadas, a bela foi vocalista, líder e titular das 6 cordas, na eterna promessa Distillers, que lançou o primeiro disco em 2000. A banda acabou em 2005, e hoje Brody toca no Spinnerette.




Veja também:
-Confira as curvas de Bettie Page, a rainha das pin ups
-Assista "Last one to die", do Rancid

10.4.10

Cadillacs - Objetos de desejo 4

-Lista completa dos meus desejos consumistas


Acho que sou um dos raros homens que não tem o mínimo fetiche por carros. Não manjo nada do assunto, minha carta de motorista está vencida, não fico conversando horas sobre e nem assisto "Auto-Espote" babando nas "máquinas" que aparecem na tela. Com uma exceção, eu curto carros velhos. E mais que isso, descobri que eu curto bastante os cadillacs anos 50. Descobri vendo o filme "Cadillac Records", sobre a gravadora de blues Chess - responsável por lançar Muddy Waters, Chuck Berry e Etta James.


Atire a primeira pedra quem não achar um tesão essas curvas femininas. Até o Clash, uma das bandas punks mais engajadas regravou o rock 'n' roll "Brand New Cadillac"(letra abaixo), sobre uma mina invocada que se manda num carrão novinho.

Veja também:
-Bonecos irados do filme "The Warriors"
-Tava procurando pela Rita Cadillac?



A letra do rock 'n' roll que o Clash regravou no crássico London Calling.

Brand New Cadillac

(Vince Taylor)

Driiiiiiiive!!!
Driiiiiiiive!!!

My baby drove up in a brand new Cadillac
Yes she did!
My baby drove up in a brand new Cadillac
She said, "Hey, come here, Daddy!"
"I ain't never comin' back!"

Baby, baby, won't you hear my plea?
C'mon, sugar, just come on back to me
She said, "Balls to you, Big Daddy."
She ain't never coming back!

Baby, baby, won't you hear my plea?
Oh c'mon, just hear my plea
She said, "Balls to you, Daddy."
She ain't coming back to me

Baby, baby drove up in a Cadillac
I said, "Jesus Christ! Where'd you get that
cadillac?"
She said, "Balls to you, Daddy."

She ain't never coming back!


                                 O cadillac rosa do rei Elvis Presley
                                                                 

9.4.10

Acknowledgment - John Coltrane, 1965

Sexta-feira é dia de vídeo aqui no Punk Brega.

Versão ao vivo raríssima da primeira faixa do clássico do jazz "A Love Supreme"



Pra quem quiser ouvir a música inteira:


Gostou? Veja também:
-Resenha de "A Love Supreme" e + 5 clássicos do jazz
-O Evangelho Segundo Louis Amstrong

Por que você não entra aqui no Punk Brega todo dia?

Porque eu descobri o blog por acaso 47%
Porque você não posta todo dia 23%
Porque eu só me interesso por alguns dos assuntos daqui 17%

Olha, se tivesse mais atualizações, eu até entrava...  5%

Porque eu tenho mais o que fazer, mané  5%

8.4.10

Sketchbook - Gabriel Gianordoli

O que faremos nesta quinta? Tentaremos divulgar ilustrações e conquistar o mundo


O amigo Gabriel Gianordoli - designer da editora Abril, ilustrador e guitarrista - liberou suas ilustrações pra gente usar no finado Clube de Ideias. Resolvi escolher duas que não foram feitas para nenhum trabalho editorial, são tiradas direto do seu sketchbook e talvez por isso passem esta imagem poética.

Gabriel é capixaba radicado em São Paulo. Você encontra o trabalho dele todo mês na revista Superinteressante e no seu no Flickr

Veja também:
-O jazz de denisdme
-Trabalho do designer Mateus Valadares
-Galeria de pin ups

6.4.10

Jogo da Intuição - Quem vê cara, conhece a expressão.

O Jogo da Intuição foi a primeira fotonovela interativa desenvolvida pela Internet Núcleo Jovem. A ideia era fazer um newsgame mais simples que os anteriores, que ajudasse o internauta a entender os conceitos de microexpressão e intuição, destacados na matéria da revista impressa.

Pelo pouco tempo que tínhamos, resolvemos fazer algo com poucos fases. O resultado gráfico foi um dos melhores que obtivemos.


Edição:
Alexandre Versignassi, Fred Di Giacomo, Kleyson Barbosa
Edição de Arte: Fabiane Zambon, Jorge Oliveira
Desenvolvimento: Tadeu Correa
Fotografia: Dulla
Produção: Juliana Hirschmann

Linkpro jogo: http://super.abril.com.br/multimidia/info_536279.shtml

-Mais newsgames
-Meu blog sério sobre jornalismo

4.4.10

O Livro dos Abraços, Eduardo Galeano

-Resenhas e artigos sobre literatura



A amiga @zambonzambon foi quem me emprestou “O Livro dos Abraços”, do escritor uruguaio Eduardo Galeano. Até então, para mim, Galeano era historiador. Afinal, seu nome era citado em todos os livros didáticos com os quais estudei na adolescência, por causa de “Veias Abertas da América Latina” - obra que lançou em 1971 e conta a colonização do continente através de uma ótica de esquerda.

Lição 1 aprendida: o “historiador” era na verdade jornalista. Mas que esperar daqueles abraços? Teoria marxista? Textos panfletários? Tinha metido o livro de bolso no bolso, e pegado o ônibus para um pequeno trajeto. Não tinha grandes expectativas em relação àquele empréstimo. Um projeto gráfico bacana, cheio de ilustrações e microcontos. Bonito. Abri suas páginas e um universo imenso me invadiu. Eram grandes memórias versadas em pequenas histórias. Cada texto um abraço num amigo antigo, um causo. Causo de sensibilidade latente que virava nó na garganta. E a quanto tempo eu não chorava por causa de um livro? Não choro nem por causa de desgraça, vou chorar por causa de leitura?*



Galeano foi militante de esquerda. Mas esse não é o foco. Por mais que se esforce, seu livro não está do lado de um partido político. Está do lado de todos nós; homens e mulheres. Transformando pequenos detalhes do dia a dia em poesia. Como diz um dos personagens reais do livro, queria eu estar em Montevidéu para apertar a mão com a qual Galeano escreve. Que esse é o melhor elogio que um (aspirante a) escritor pode dirigir ao outro.

*E fazer chorar de emoção, é mais forte que fazer chorar de dor.

Leia também:
-Resenha: "A Revolução dos Bichos", de George Orwell
-Memórias de Manoel de Barros em formato de prosa poética

Chorar
Foi na selva, na Amazônia equatoriana. Os índios shuar estavam chorando a avó moribunda. Choravam sentados, na margem de sua agonia. Uma pessoa, vinda de outros mundos, perguntou:
– Por que choram na frente dela, se ela ainda está viva?
E os que choravam responderam:
– Para que ela saiba que gostamos muito dela.

(extraído do "Livro dos Abraços")

2.4.10

Maiores serial killers - Top 5

Um vídeo às sextas



Serial killers. Um tema mórbido, mas que fez bastante sucesso quando lançamos o vídeo na Mundo Estranho e continua sendo bem assistido no Youtube. Espero que ninguém saia atirando na escola depois de ver isso, hehehe.

Vi que tem bastante gente pedindo legendas no vídeo em inglês, e a qualidade da imagem está bem ruim, então aí vai o resumo da ópera:

1)Thug Behram = 931 victims
2)Erzsebet Bathory = 650 victims
3)Pedro Alonso López = 300 victims
4)Harold Shipman = 215 victims
5)Henry Lee Lucas = 200 victims

PS: Ai, que saudade do meu cabelo :-(

Créditos:
Roteiro e apresentação: Fred Di Giacomo
Vídeo: Produtora Abril

Veja também:
-5 famosos viciados em sexo
-Top 5 melhores discos dos anos 90
-5 musas dos quadrinhos

1.4.10

Dia de Fúria - carlotas

Fazemos arte toda quinta neste blog. E tenho dito!


carlotas é paulista, paulistana e são paulina, mas há alguns meses está morando em NYC estudando design gráfico para ilustradores. com muita cor e sarro ela divulga seus últimos trabalhos no blog: http://carlotas.com.br/blog. Mais uma descoberta by Sabrina Barrios .

Veja também:
-O vazio que Sabrina Barrios ilustrou foi o Fred que sentiu
-As cores de um nascimento


***
Post originalmente publicado no falecido Clube de Ideias

Related Posts with Thumbnails